quinta-feira, 1 de maio de 2008

Liberdade!?!

A Liberdade! Ser livre para fazermos o que bem entendermos, viver como bem entendermos, isso nos faz crescer e amadurecer. Conceito bem forjado, não?
Esta carencia de liberdade aprisiona, escravos aprisionados pela ânsia de viver. Escravos com os olhos furados apenas acatando ordens sem ao menos ver o que ela pode acarretar. A escravidão liberta, cria a falsa idéia de sociabilidade e o que realmente se vê é a podridão do ser, o cheiro da putrefação da mente conota a baquete de Reis.
Malditos Grilhões de Seda! Rompê-los? Por que não? Simples seria se conseguir, tais grilhões irão até o túmulo, o aprisionamento é a essência, o condicionamento das mentes ao que é superficial e blasé.
Seriam as escolhas a chave para a liberdade? Blasfêmia, nada mais que isso! O viver é feito de escolhas, a felicidade é um presente aos escravos, um brinquedo maléfico que mantém a beleza da Vida. Viver na escuridão é ser livre, porém doloroso! Como ir para a escuridão, quando todos estão indo para a luz? A ausencia de luz liberta e corroe as entranhas, até mesmo os ossos.
Ser livre significa abdicar da felicidade, da acomodação. Escolha ser livre e se considere destruído pelo machado do horror que nos permeia!
Liberdade!?! É, ainda é um conceito bem forjado!

6 comentários:

PiovesannaÉlida disse...

Eu tenho até medo quando tu escreve, mais concordo em grande parte com tudo que vcê disse, e me encontrei em uma dúvida.
Para onde será que eu estou levando os meus dias?
ééé sei não!
ó
Bom feriado, e bom concurso!

;*

Gabriel Maravieski disse...

Liberdade... Palavra difícil de definir. O que é ser livre em nossa sociedade atual? Será que não nos prendemos a modismos impostos pela elite, deixando de sermos nós mesmos e perdendo totalmente nossa liberdade individual?

Uma bela questão a ser abordada.
Abraço.

:D disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Camila disse...

Ah Lucas...
suas palavras nos fazem pensar!
Porém, no meu caso, é mais fácil focar a atenção no autor.
Não esqueça, agressão também gera processo!

Creio que a liberdade seja limitada.

Se cuida e até segunda.

Andrea disse...

A nossa liberdade é bem forjada e mascarada pelos clamores e dizeres infames da "democracia". Será que a democracia realmente proporciona a liberdade deveras almejada? Ou proporciona uma liberdade mentirosa, escondida pela idéia de "república"? Mas liberdade não é só aquela em âmbitos estatais. Ela também está nas entranhas da própria concepção do todo social. Liberdade, então, não seria a busca desenfreada do homem para a satisfação de suas necessidades? Ou não seria a própria liberdade, buscada como algo necessário? Realmente, nós ainda não aprendemos a máxima: liberté, igualité e fraternité. Pois para se atingir a essência da liberdade no todo social é preciso também a fraternidade e a igualdade. Sem elas, estaremos eternamente presos ao pensamento: "o homem é lobo do próprio homem" ... E sendo eternamente lobo, ele jamais será livre (ao menos no todo sicial)...
Belos pensamentos os seus! continue assim!
Abraços!

Mulheres de Atenas disse...

eeLiberdade... escrever sobre liberdade e falar para uma maluca ler..rs..
Acho tudo tão triste que chega a ser engraçado... Antes fossemos como os gregos, ou melhor, a elite grega, que dedicava-se à arte e à filosofia. Quer coisa melhor? Mas todos os dias vestimos as máscaras que a sociedade nos impõe. Escravisamo-nos para termos a sensação de liberdade, nas pequenas oportunidades em que temos opções, as quais geralmente não são mais do que imposições que aceitamos disfarçadamente... Nem mesmo nos discursos nós somos livres, afinal, repetimos a pluralidade do que encontramos por aí... Mas, antes ser plural do que repetir um único discurso!
Acho que ainda não encontrei a toca do coelho, mas quando encontrar, espero chegar ao final, ou seria ele o início?
Ótima discussão e, da minha parte, muita divagação...
Bj